Últimas notícias

Saúde

  • Os perigos das cápsulas termogênicas
    Os perigos das cápsulas termogênicas

    Preocupada por estar em forma e no peso ideal para o casamento da irmã, Marina não conseguia emagrecer de jeito nenhum. Os pounds em torno da cintura teimavam em não desaparecer por mais que ela se esforçasse. Uma amiga dela foi ao Brasil e Marina encomendou uma fórmula de emagrecer da qual ela havia ouvido falar e que segundo a prima que mora em Vitória, fazia verdadeiro milagre.

    Postagem oferecendo cápsulas termogênicas em bazares e grupos no Facebook. Reprodução

    “Já havia tentado de tudo e o máximo que consegui foi engordar cada vez mais depois de cada regime. Tentei de tudo, a começar por uma nutricionista, que não tive paciência para seguir o que ela me prescreveu. E assim foi e quando ouvi acerca das cápsulas termogênicas, logo pedi para mim. Comecei a tomar, senti cansaço e tinha dias que sequer conseguia parar em pé. Um dia, não consegui trabalhar e fui parar no hospital e os exames constataram que eu estava com problemas na tireóide. Tive no passado um problema com isto, e quando o médico me perguntou se eu estava tomando algum remédio, não consegui mentir para ele. Fui alertada que os efeitos colaterais poderiam ser devastadores para mim. Na embalagem não havia qualquer indicação de que o uso poderia causar problemas. Fui na internet pesquisar e fiquei mais assustada ainda do que já estava. Quase dois meses depois tenho dificuldades para dormir, já que um dos efeitos colaterais é a insônia e também muita dor de cabeça. Outro dia vi num bazares que estão oferecendo este produto para emagrecer e resolvi fazer um alerta para quem porventura quer tomar cápsulas termogênicas para emagrecer”, diz Marina, que sabe que a tireóide regula o metabolismo corporal.

    As ofertas de produtos e fórmulas para emagrecimento à venda na internet são inúmeras e todas prometem fazer milagres, o que não se constata na prática. No caso dos termogênicos, os médicos e especialistas afirmam que podem ser consumidos dentro de uma rotina de vida saudável, onde haja uma alimentação saudável e atividade física constante. Alimentos termogênicos aumentam a temperatura corporal e aceleram o metabolismo, fazendo com que o corpo queime gorduras sem esforço.

    “O objetivo destas cápsulas é aumentar a temperatura corporal, o que faz com que tudo funcione mais, e com o aquecimento o metabolismo é acelerado. No Brasil só são permitidas cápsulas termogênicas de cafeína e apesar de proibido vende-se de tudo. Os ingredientes não são traduzidos e as pessoas não sabem o que estão tomando. Aqui nos Estados Unidos a Oxy Elite Pro Super, foi proibido pelo FDA. O corpo e a saúde devem ser respeitados. As pessoas querem ter o corpo da treinadora ou do treinador sendo que cada um tem uma genética diferente. Ficam querendo algo que a genética não vai oferecer jamais. Tomam aminoácido que é proteína quebrada, tomam bomba e tantos produtos que qualquer um vende sem o menor conhecimento do que significa para o organismo. Quem ensina e vende tais produtos não sabe o que está vendendo. Não recomendo que se use as cápsulas termogênicas”, diz a nutricionista Ana Paula Ornelas. “Ninguém sabe o que vai acontecer no fim disto tudo. Não coloque a sua saúde em risco”, finaliza.

    Canela, gengibre, pimenta vermelha, café, chá verde, chá de hibisco, vinagre de maçã, etc, são alguns dos alimentos termogênicos.

    Contra-indicações e efeitos colaterais
    Por aumentar o metabolismo, os alimentos e produtos termogênicos são contra-indicados nos casos de:
    Hipertireoidismo
    Essa doença já aumenta o metabolismo naturalmente e o uso de termogênicos pode piorar os sintomas da doença;
    Doenças cardíacas
    Aumentam a frequência cardíaca e estimulam o coração;
    Pressão alta
    Aumentam a pressão sanguínea;
    Insônia e ansiedade
    Aumentam o estado de alerta do organismo, impedindo o sono e o relaxamento;
    Enxaquecas
    O aumento da pressão sanguínea pode levar à piora das dores de cabeça;
    Crianças e mulheres grávidas ou que amamentam, não devem fazer uso de cápsulas ou produtos termogênicos em excesso.

Imigração

  • Senadores democratas preparam novo plano imigratório
    Senadores democratas preparam novo plano imigratório

    Elizabeth MacDonugh, a parlamentar do Senado já recusou duas propostas de reforma imigratória

    Depois de duas tentativas frustradas, senadores democratas estão trabalhando para convencer a parlamentar do Senado, Elizabeth MacDonough,  a incluir uma nova via que permita que imigrantes indocumentados tenham proteção no âmbito do Reconciliation Bill para o ano fiscal de 2022, e que não sejam deportados.

    As duas tentativas anteriores falharam porque MacDonough recusou dar prosseguimento às intenções dos democratas. O plano C é menos pretensioso pois protegeria cerca de 8 milhões de imigrantes indocumentados da deportação, além de conceder uma autorização de trabalho que poderia teria uma validade de cinco anos, podendo ser renovada por outro período de cinco anos.

    Chamado de plano C, a iniciativa beneficiaria os quatro grupos de indocumentados que foram incluídos nos planos A e B, que não foram adiante por causa da rejeição de MacDonough em setembro. No plano C seriam beneficiados os beneficiários do DACA, os beneficiários do Temporary Protected Status (TPS), os trabalhadores essenciais da área da saúde e da indústria alimentar e os trabalhadores do campo. O plano C, ao contrário dos outros dois é baseado nas leis de imigração vigentes. Será uma autorização de residência temporária nos moldes do DACA, ou uma TPS concedida pelo Congresso, que terá proteções mais fortes do que uma ordem executiva assinada pelo presidente da república.

    Contudo, os imigrantes favorecidos pela medida não terão direito a determinados benefícios públicos, como cobertura médica. 

    Resta saber o que fará a parlamentar do Senado Elizabeth MacDonough. Os democratas creem que desta vez conseguirão sucesso e aprovar uma medida que beneficie pelo menos oito milhões de imigrantes indocumentados.