Brasa nasceu em Campina Grande, na Paraíba e na adolescência, sua família mudou para Governador Valadares. Craque de bola, apaixonado pelo Botafogo e fanático pela Jovem Guarda, especialmente por Roberto Carlos desde cedo descobriu que era bom de bola e que sua voz era idêntica a do ídolo. Seus amigos não perdoaram e o apelidaram de Brasa.
Tremendão nasceu e foi criado na cidade do Rio de Janeiro e na adolescência, sua família mudou para Juiz de Fora. Craque de bola, apaixonado pelo Botafogo e louco pela Jovem Guarda, especialmente pelas calças ‘Calhambeque’, uniforme oficial de Erasmo Carlos, o parceiro de Roberto Carlos. Os amigos não perdoaram e o apelidaram de Tremendão.
O destino não poderia deixar de unir esses dois caras, e o encontro aconteceu na cidade de Juiz de Fora quando se conheceram no primeiro treino, no time de juvenis do Tupi de Juiz de Fora, em 1968. Naquele ano, o Tupi não fazia ideia de que estava montando uma máquina de jogar futebol. Brasa era meia-esquerda, o famoso camisa 10 e Tremendão era o camisa 9, um centro-avante de grande habilidade, que sempre voltava para buscar jogo. Quando a bola rolou no primeiro treino, foi ‘entendimento ao primeiro passe’. A dupla caiu como uma luva no esquema do treinador Sergio ‘Barriga”. O nome da dupla era uma festa para a torcida e para a imprensa, Brasa e Tremendão.
No campeonato mineiro de juvenis em 1968, em 20 jogos o Tupi venceu 17, empatou 2 e perdeu apenas 1, marcou 56 gols, média de 2,8 gols por partida, sendo que a dupla Brasa/Tremendão, foi responsável por 32 gols dos 56 gols marcados. Brasa marcou 16 vezes e Tremendão balançou as redes 16 vezes, também.
A fama daqueles meninos corria chão por toda Minas Gerais. Se houvesse Internet, naquela época, a fama correria o mundo. O grande momento da dupla aconteceu na última rodada do campeonato mineiro, quando o Tupi enfrentou o Cruzeiro na preliminar dos profissionais de Atlético-MG x Cruzeiro. A pequena torcida do Tupi, foi engrossada pela massa atleticana, em um Mineirão lotado. Aquilo era tudo que Brasa e Tremendão precisavam, um grande público. Os meninos do Tupi passeavam pelo Mineirão e iam vencendo o Cruzeiro por 2×0, com 1 gol de Brasa e outro de Tremendão. Quase no final da partida Brasa matou a bola no peito e sem deixar cair tocou para Tremendão que devolveu e sem deixar a bola tocar no chão, saíram do campo do Tupi até a área do Cruzeiro. Dentro da área Brasa deu um toque um pouco mais forte e se colocou na marca do pênalti, sozinho, esperando a devolução para marcar o gol, porém, Tremendão sem ângulo, tocou de bicicleta para o gol encobrindo o goleiro e a trave do Cruzeiro. Brasa partiu pra cima de Tremendão esbravejando e nervoso, quando chegou perto, Tremendão abriu um enorme sorriso e abraçou o Brasa dizendo “pô bicho, se entra a gente ganha uma estátua no Mineirão, ‘selando definitivamente’ uma amizade eterna, tal qual a amizade de Roberto e Erasmo Carlos.
No inicio de 1969, a dupla foi desfeita. Tremendão que tinha uma vida dupla pois era militante contra o regime militar vigente na época, com a publicação do AI 5, viu a repressão aumentar e teve que abandonar o Brasil, se exilando primeiro no Chile. Com a implantação da ditadura no Chile em 1973, se exilou em Cuba. Brasa em solidariedade ao amigo, abandonou o futebol e se dedicou à música, vindo a ser o maior ‘cover’ de Roberto Carlos, nos Estados Unidos.
O destino novamente, os colocou frente a frente em 1991, na cidade de Somerville, quando se encontraram casualmente e continuam a linda amizade até hoje. Parabéns Brasa, pelos 73 anos de vida, comemorado em 13 de janeiro e parabéns Tremendão pelos 73 anos de vida comemorado em 8 de marco.
Imagem meramente ilustrativa

Alfredo Melo

By Alfredo Melo

De texto fácil e cativante, Alfredo Melo é uma enorme criatura no sentido literal do termo, além de ser um profundo conhecedor do futebol e tem também a paixão e o sofrimento pelo Botafogo, cada dia maior... *Este texto não reflete, necessariamente, a opinião de A Notícia USA

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *