Deste 1952 o dia depois do Thanksgiving tem sido considerado o início do período de compras de Natal, chamado Black Friday. A tradição pode estar ligada à ideia dos desfiles de celebração do Thanksgiving em que geralmente o Papai Noel aparece no final do desfile, com a ideia de que ele chegou ou está chegando pois o Natal é a próxima grande celebração festiva depois do Thanksgiving. 

Neste período, considerado o dia de maior compras dos Estados Unidos, em que lojas de departamentos e serviços de todos os tipos se preparam o ano inteiro para este dia e este período de grandes venda e lucro do comércio, seja este de pequeno ou grande porte. Também é caracterizado por propagandas infindáveis e campanhas de marketing com foco em descontos e grandes promoções que fazem com que os consumidores se entusiasmem e se disponham a ficar em filas às vezes enormes para comprar aquele objeto tão desejado, que pode estar bem mais barato. 

As lojas abrem em horários diferentes, geralmente no início da madrugada, às vezes até no final do dia de Thanksgiving para que as pessoas “não percam” a oportunidade de comprar aquilo que desejam em promoção.

Para algumas famílias, a Black Friday é um dia tradicional de compras em família, em que estas se reúnem no dia anterior para celebração do Thanksgiving e na madrugada da sexta-feira saem juntos para as compras de Natal, tradição que pode ter sido passada de geração em geração como algo cultural a ser preservado. Para muitos é um dia de diversão, compras, horas e horas em lojas de diferentes tipos e escolhas de presentes a entes queridos a serem trocados durante as celebrações de final de ano. 

Do ponto de vista econômico é o dia de maior vendas e lucro do comércio americano, sendo que o consumo é um verdadeiro incentivo às compras desenfreadas, em que você pode ir a uma loja com o objetivo de comprar algo específico que já viu na propaganda em promoção, e acaba saindo da loja com um carrinho cheio de mercadorias e presentes que nunca pensou em comprar, pelo simples impulso de consumo e comportamento irracional de gasto que leva ao prazer momentâneo das compras.

Existem sim grandes descontos em mercadorias, e pode ser uma oportunidade de comprar os presentes de Natal com uma certa economia. Mas para que isso aconteça, você tem que se planejar e se preparar para suas compras de forma inteligente e intencional e manter-se dentro de um orçamento previamente estipulado. Tem que haver planejamento, pensar em quanto você pretende gastar ou pode gastar, e principalmente o que é o mais difícil, se manter dentro daquele orçamento, resistindo às tentações de compras que não estão no seu planejamento e principalmente na sua lista de presentes. 

A melhor forma de se fazer um planejamento adequado para ir às compras na Black Friday é começar com uma lista de presentes ou objetos específicos que deseja comprar e que vem economizando anteriormente para isso, é importante determinar de forma cautelosa o valor máximo que você pretende gastar com cada um dos presentes listados. Geralmente quanto mais próximo as pessoas, a tendência é de se comprar presentes mais caros, como se o preço mostrasse o seu amor e apreciação a estas pessoas. Nos esquecemos nestes momentos que amor e apreciação não se compra com presentes caros, e que muitas vezes algo pensado e intencional, artesanato, de baixo custo tem um significado emocional e expressa mais amor do que um presente caro. 

Se as suas finanças são compartilhadas com um parceiro ou cônjuge é bastante importante que se tenha uma conversa franca e direta a respeito do quanto se pode e se deseja gastar com presentes e agrados de final de ano. Quais são as pessoas que gostariam de presentear, o valor máximo de cada presente deve ser estipulado antes de se ir às compras, para que isso seja feito de forma conjunta e consciente, baseada na realidade financeira da sua família. Vemos muitas pessoas gastarem aquilo que não têm somente para agradar ou impressionar outras pessoas e que depois de tudo, quem irá arcar com as consequências de decisões inadequadas e ficar no vermelho e com dívidas de cartão de crédito será você. 

Penso que o maior desafio aqui é desfrutar as festas de final de ano sem entrar em dívidas ou colocar compras no cartão de crédito que você não conseguirá pagar todo o saldo devedor, quando a fatura chegar.

Isso é um grande desafio, visto que o estímulo ao consumismo é tentador e é bastante desafiador não cair nas armadilhas de gastos não planejados. Para que você evite estes gastos excessivos e desnecessários é preciso fazer o seu dever de casa anteriormente, pesquisando promoções que realmente fazem a diferença e se mantendo fiel à sua lista de compras e aos valores máximos estipulados. Esta não é uma tarefa fácil, pois cientistas já comprovaram que o consumo e o impulso de comprar te proporcionam um prazer momentâneo que estimula o seu humor e aumenta a sua auto-estima temporariamente. E o fato de você pagar as suas compras com o cartão de crédito, faz com que você não sinta a dor da realidade de estar gastando dinheiro desnecessário, pois você não vê o seu dinheiro indo embora! 

É importante desfrutar este período de compras de final de ano, presenteando as pessoas que são importantes, mas que tente fazer isso de forma consciente e inteligente, sem consequências de colocar a sua vida financeira fora do trilho ou do planejamento desejado. 

A mesma técnica da lista de presentes, e de decisões antecipadas de compras e de presentes estipulando um valor máximo para cada presente serve também para o Cyber Monday, em que as vezes é mais tentador ainda, pois você gasta o que pode e o que não pode com um simples clique no seu mouse. Para que você tenha o recórde do que está sendo gasto e de onde você está neste processo de compras consciente, é essencial que você anote e tenha uma forma visual de manter a contabilidade dos seus gastos e presentes, para que você não saia do período de festas para um começo de ano novo no vermelho, pagando contas de gastos excessivos. 

Lembrando sempre de que você deve viver o hoje com qualidade e prazer, mas não pode deixar que o desfrutar do hoje comprometa a construção do seu futuro a médio e longo prazo. Espero que você tome decisões inteligentes e responsáveis com suas compras de final de ano, pois assim poderá iniciar um 2022 com saldo positivo e na direção correta e mais próxima dos seus objetivos e sonhos! 

Ana Claudia Panori

By Ana Claudia Panori

Ana Claudia Panori é conselheira financeira licenciada - financial advisor, membro MDRT e NAIFA, palestrante certificada em financial Wellness on workplace. Trabalha na Prudential Financial e desenvolve há anos um longo trabalho de educação financeira junto à comunidade brasileira. É representante da pasta de Empreendedorismo e Finanças do Conselho de Cidadãos de Boston, além de ser voluntária em diversas causas sociais. Contato: 508.353-9340. Instagram: anaclaudia7835

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *