Um dos grandes ensinamentos que a pandemia do Covid-19 nos deixou foi que ter um fundo de emergência é de vital importância para a sua saúde financeira, seu bem estar físico e emocional. 

Você nunca sabe quando poderá ter um problema de saúde, se machucar jogando bola, o carro precisar de conserto, a geladeira ou o aquecedor estragar, perder o emprego e em um cenário de verdadeiro filme de terror, acontecer um lockdown, como o que passamos em 2020. 

A Covid-19 tem sido um chamado para a realidade e para muitos têm sido uma grande lição da necessidade de se preparar melhor financeiramente para emergências e acontecimentos inesperados na vida financeira.

Vimos durante esta pandemia que pessoas que são mais organizadas financeiramente, e que vivem dentro dos seus orçamentos e principalmente aquelas que tinham uma reserva de emergência adequada, tiveram o privilégio de passar pelos piores momentos da pandemia sem o stress financeiro, fazendo assim com que a vida ficasse mais previsível no meio de tantas incertezas. 

De acordo com pesquisas feitas pelo Federal Reserve em 2020, 40% da população dos Estados Unidos são incapazes de custear despesas emergenciais acima de US$ 400, ou seja o tão famoso FUNDO DE EMERGÊNCIA, responsável pela solidez das suas finanças e a sua paz de espírito, está fora da realidade de muitos. As razões são as mais diversas possíveis, seja porque ainda não caiu a ficha da importância de se construir este fundo ou porque não são disciplinados o suficiente para seguir um plano de ação ou simplesmente gastam mais do que ganham ou alguns por não saberem como começar a construí-lo na prática. 

Aqui estão algumas dicas práticas de como começar a construir um FUNDO emergencial com sucesso: 

Automatize suas economias
Ao invés de ficar pensando em transferir o dinheiro que sobrar da sua conta corrente para a sua conta poupança todos os meses, coloque a transferência no automático, assim que receber seu pagamento. Se a sua poupança for automatizada, você não precisará pensar e nem lembrar de transferir o dinheiro, e será feito mensalmente. Algumas pessoas podem sentir falta do dinheiro aplicado na conta poupança se tiverem acesso a este dinheiro antes de ser transferido para uma poupança, mas se a transferência acontece sem você ver, e antes de gastar o que pode e o que não pode, não irá sentir falta desse dinheiro. 

Separe a conta do seu fundo de emergência das outras contas
Separar contas para diferentes propósitos irá ajudá-lo a ter certeza de que não usará o seu fundo de emergência para outros objetivos não emergenciais. 

Também seria interessante separar as suas economias para metas futuras em contas de diferentes tipos. O fundo de emergência tem que estar em uma conta de fácil acesso, sem penalidades e totalmente líquida, uma poupança ou high yield savings account irá fazer este propósito muito bem. Para outros objetivos mais longos, como economizar para uma casa, ou um carro novo daqui alguns anos, outros tipos de contas irão ajudar a crescer o seu dinheiro através de juros e correções monetárias e atingir seus objetivos potencialmente mais rápido. É importante obter informações sobre penalidades e liquidez, assim como risco correto e tempo de investimento com profissionais capacitados. e incremental são a chave do sucesso de uma vida financeira saudável e sustentável.

Comece de pouquinho em pouquinho
É consenso na indústria sobre a recomendação de que as pessoas economizem 15% de suas rendas todos os meses, mas sabemos que este objetivo não é tão realístico para muitos. Então chamo para economizar o que você puder. Está tudo bem se você começar economizando US$ 20 ou US$ 50 por semana ou por mês, e a medida que for organizando suas finanças e/ou a sua renda for aumentando aumentará as suas economias. A princípio, pode não parecer muito se colocar US$ 50 por mês neste fundo de emergência, mas em um ano este fundo terá US$ 600. Pequenos esforços e criação de hábitos saudáveis de forma consistente e incremental são a chave do sucesso de uma vida financeira saudável e sustentável. 

Coloque bônus ou qualquer dinheiro extra ganhado direto no seu fundo de emergência Pode ser uma tentação enorme gastar todo o bônus recebido nas festas de final de ano, mas a melhor coisa que pode fazer para si mesmo é colocar este dinheiro extra que ganhou direto no seu fundo de emergência. O mesmo vale para dinheiro de presente que receber de aniversário ou qualquer outra ocasião especial. Até você chegar aos sólidos 3-6 meses de despesas básicas no seu fundo de emergência, coloque qualquer dinheiro extra diretamente nesta conta. 

Faça um part-time com o objetivo de construir o seu fundo de emergência
Faça um propósito consigo mesmo de trabalhar em um part-time ou horas extras até que você consiga ter o valor necessário. 

Este fundo de emergência deve estar sempre cheio, o que significa que se você precisar acessá-lo, o primeiro propósito depois da emergência é trabalhar para repor o dinheiro que tirou deste fundo. Isso irá proporcionar uma tranquilidade emocional muito grande, visto que as finanças é um fator de grande stress na vida de muitos.

Ana Claudia Panori

By Ana Claudia Panori

Ana Claudia Panori é conselheira financeira licenciada - financial advisor, membro MDRT e NAIFA, palestrante certificada em financial Wellness on workplace. Trabalha na Prudential Financial e desenvolve há anos um longo trabalho de educação financeira junto à comunidade brasileira. É representante da pasta de Empreendedorismo e Finanças do Conselho de Cidadãos de Boston, além de ser voluntária em diversas causas sociais. Contato: 508.353-9340. Instagram: anaclaudia7835 *Este texto não reflete, necessariamente, a opinião de A Notícia USA

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *