Os fonoaudiólogos – Speech – Language Pathology (SLPs) trabalham para prevenir, avaliar, diagnosticar e tratar distúrbios da fala, da linguagem, da comunicação social, da comunicação cognitiva e da deglutição em crianças e adultos.

Quais distúrbios que um fonoaudiólogo – Speech – Language Pathology pode tratar?
– Apraxia;
– Autismo;
– Distúrbios da Articulação;
– Fenda Palatina;
– Atrasos de desenvolvimento;
– Dislexia;
– Atrasos iniciais de linguagem;
– Funcionamento Executivo (Atenção, Organização);
– Distúrbios da linguagem expressiva e receptiva;
– Transtornos Alimentares;
– Distúrbios da Fluência;
– Dificuldades de leitura/escrita;
– Mutismo seletivo;
– Transtornos de deglutição;
– Impulso da língua;
– Distúrbios da Voz;
– Nódulos vocais.

Sobre as patologias da fala e linguagem
Os distúrbios da fala ocorrem quando uma pessoa não consegue produzir o som da fala de maneira correta ou fluente ou tem problemas de voz ou ressonância. Os distúrbios de linguagem ocorrem quando uma pessoa tem dificuldade para entender os outros (linguagem receptiva) ou para compartilhar pensamentos, ideias e sentimentos (linguagem expressiva) e podem envolver a forma (fonologia, morfologia, sintaxe), conteúdo (semântica) e/ou uso (pragmática) da linguagem de maneiras funcionais e socialmente apropriadas.

Meu filho precisa de terapia da fala?
É importante lembrar que cada criança aprende em seu próprio ritmo. Para ajudar a determinar se seu filho está no caminho certo, consulte estes marcos do desenvolvimento compartilhados pela American Speech-Language-Hearing Association, que indicam quando a maioria das crianças deve atingir cada marco.

12-15 meses
– Faz apenas alguns sons;
– Não usar gestos como acenar ou apontar;
– Não expressou as primeiras palavras.

18-24 meses
– Resmungar e apontar ao invés de comunicar quando eles querem algo;
– Não usar combinações de duas palavras com frequência.

2-4 anos
– Não colocar combinações de duas e três palavras juntas;
– Dizendo menos de 50 palavras;
– Fala principalmente ininteligível.

4-5 anos
– Repetir os primeiros sons das palavras, como “b-b-b-bola” para “bola”;
– Incapaz de seguir as instruções da sala de aula, como “Desenhe um círculo no papel ao redor de algo que você come”;
– Repete sons ou palavras na maioria das vezes.
Saiba mais como podemos ajudá-los a criar um plano personalizado para ajudar a melhorar a fala e a comunicação de seu filho, através do contato na bio. 

Marcela Vitor

By Marcela Vitor

Marcela Vitor é fonoaudióloga especialista em bilinguismo, autismo, ABA (Applied Behavior Analysis) e Coaching Parental. Trabalha com a prevenção e tratamento dos distúrbios da fala, da linguagem, da comunicação social e da comunicação cognitiva com crianças especiais. Marcela Vitor atende no telefone 781.521-8686. Instagram: @marcelavitorslpfono

3 thoughts on “Como a fonoaudiologia pode ajudar sua criança”

Leave a Reply

Your email address will not be published.