Sobe
Danilo
O meio campista do Palmeiras foi convocado por Tite, fazendo justiça ao seu futebol e de quebra fez dois gols nos jogos da semana

Desce
Luis Suárez
O Atlético de Madrid anunciou no fim de semana que não vai renovar o contrato do atacante uruguaio de 35 anos

Como foi a rodada
O Corinthians é o líder da Série A com 13 pontos; o Atlético-MG é o vice-líder com 12 pontos ganhos; o São Paulo é o 3º com 11 pontos ganhos, mesma pontuação do Botafogo que está em 4º, fechando o G4. O Juventude em 17º tem 6 pontos ganhos; o Ceará em 18º tem 4 pontos; em 19º o Atlético-GO tem 3 pontos ganhos e na lanterna está o Fortaleza com 1 ponto ganho, são os clubes na zona de rebaixamento. Na Série B, a novidade é o Cruzeiro que lidera com 16 pontos ganhos; o Sport é o 2º com 14 pontos; o Bahia tem 13 pontos e é o terceiro, e o Vasco depois de longo tempo entra no G4 com 13 pontos ganhos. Na zona de rebaixamento estão o Guarani e o CSA, respectivamente em 17º e 18º com 7 pontos ganhos; em 19º o Tombense tem 6 pontos ganhos e o CRB é o lanterna com 4 pontos ganhos.

Campeonato Brasileiro
Série A
6ª rodada
Sábado, 14 de maio
Palmeiras 2 x 0 RB Bragantino
Ceará 2 x 2 Flamengo
Atlético-MG 2 x 0 Atlético-GO
Internacional 2 x 2 Corinthians
Fluminense 2 x 1 Athletico-PR
Domingo, 15 de maio
São Paulo 2 x 1 Cuiabá
Coritiba 1 x 0 América-MG
Botafogo 3 x 1 Fortaleza
Avaí 1 x 2 Juventude 
Goiás 1 x 0 Santos 

Série B
7ª rodada
Sexta-feira, 13 de maio
Ponte Preta 0 x 1 Novorizontino
Chapecoense 0 x 1 Sport
Sábado, 14 de maio
Criciúma 3 x 0 CRB
Londrina 2 x 1 Brusque
Tombense 1 x 1 Guarani
Sampaio Corrêa 2 x 0 Vila Nova
CSA 0 x 0 Operário 
Domingo, 15 de maio
Náutico 0 x 1 Cruzeiro
Vasco 1 x 0 Bahia
Segunda-feira, 16 de maio
Ituano x Grêmio

Nova injúria racial
Aos 30 minutos do segundo tempo, o meia Edenilson do Internacional teria sido ofendido racialmente pelo ala português Rafael Ramos do Corinthians. De acordo com Edenilson, Ramos chamou-o de ‘macaco’, fato negado mas que tomou ares de mais um escândalo no futebol brasileiro. Edenilson relatou o ocorrido ao árbitro do jogo, Bráulio da Silva Machado que citou na súmula a suposta injúria racial. Após o jogo, a polícia prendeu Rafael Ramos, cuja fiança de R$ 10 mil foi paga pelo Corinthians e colocado em liberdade. O caso vai para a Justiça decidir se o houve ou não injúria racial. O caso foi parar nas páginas dos jornais, nas redes sociais e mostra que o racismo está longe de acabar tanto no futebol quanto na sociedade.  

 

A torcida do Zenith da Rússia é uma das mais racistas da Europa

Espelho 
Jogadores de futebol, principalmente os que jogam na Europa, frequentemente são vítimas de intolerância racial, preconceito e xenofobia. Tinga, ex-meia do Cruzeiro foi a vítima da vez numa partida do seu clube contra o Real Garcilaso no Peru em jogo válido pela Copa Libertadores, que como se sabe é uma nação miscigenada. A torcida peruana fazia sons imitando um macaco cada vez que Tinga pegava na bola. O fato revoltou o mundo do futebol e provocou reações imediatas de autoridades e até a Fifa pediu explicações, se é que existe alguma explicação para tanto. Rússia e Itália além da Espanha são alguns dos países onde o preconceito contra negros e estrangeiros é mais frequente no futebol. O Zenith da Rússia onde jogou o brasileiro Hulk é um clube cuja torcida é useira em ofender jogadores negros e estrangeiros e se orgulham do fato jamais na história do time um jogador não branco vestiu a sua camisa – fato que foi quebrado tempos depois.  Torcedores do Zenith chegaram a ir em alguns jogos vestindo capuzes brancos ao modo dos racistas americanos da Ku Klux Klan e além de entoarem cantos racistas e preconceituosos por causa disto foram ameaçados de banimento das competições da Fifa e da Uefa. A Uefa reagiu e ameaçou banir o Zenit da competição se as manifestações racistas não fossem coibidas pelo clube. O certo é que nunca mais foram mais observados torcedores encapuzados e nem se ouviu mais nenhum xingamento contra jogadores negros de outros times. 

Idiota de plantão
O falecido o técnico espanhol Luiz Aragonés certa feita chamou o atacante francês Tierry Henry de negro de “merda”, durante um treinamento da seleção espanhola que ele dirigia. Diante da repercussão negativa do fato, ele disse que era somente uma brincadeira e que quis somente incentivar o centroavante Reyes que era reserva de Henry no Arsenal de Londres. Curiosamente, Aragonés incentivou que o volante brasileiro Marcos Senna se naturalizasse espanhol e depois o convocou para a seleção espanhola, e assim como as seleções da Alemanha, Itália e Suíça passou a ter jogadores negros defendendo as suas cores, mesmo que o racismo não aconteça somente em campos espanhóis, mas em quase toda a Europa.

Stanley Mathews chamou Nilton Santos para dançar

Histórias da bola
Correndo atrás do velhote da camisa 7
Sir Stanley Matthews é considerado o maior jogador que a Inglaterra teve em todos os tempos e também um dos mais longevos, pois jogou até os 50 anos até que o obrigaram a parar em 1965. Era considerado um verdadeiro cavalheiro e tinha no drible a sua arma mortal que aliada à velocidade natural e os cuidados extremos com a sua saúde tornaram-no um exemplo e um verdadeiro mito. Em 1956, a Inglaterra enfrentou o Brasil no lendário Wembley Stadium, e Nilton Santos riu quando viu que ia enfrentar um senhor com então 41 anos de idade.
Olha lá o velhote com a camisa 7, comentou Nilton com os colegas, já antevendo que seria um jogo fácil, já que era 11 anos mais novo que Matthews.
Foi o jogo começar para que Nilton Santos se desse conta de que o senhor ou velhote era o melhor jogador do time inglês e o Brasil perdeu por 4×2. Nilton por muitos anos se lembrou do baile que tomou naquela tarde em que correu até cansar atrás do velhote da camisa 7. 

admin

By admin

Leave a Reply

Your email address will not be published.