Sobe
Neymar
Ameaçado da degola no PSG, o brasileiro voltou mais cedo das férias, mudou o comportamento, treina com afinco e já conquistou o novo treinador

Desce
Cristiano Ronaldo
Na ânsia de jogar a Champions League está querendo rasgar o contrato com o Manchester United. No entanto, só tem conseguido ser patético… 

Como foi a rodada
O Palmeiras lidera a Série A com 42 pontos ganhos; o Corinthians é o 2º com 38 pontos ganhos; o Fluminense é o 3º colocado com 34 pontos ganhos e fechando o G4, o Athletico-PR é o 4º colocado com 34 pontos ganhos. Na zona de rebaixamento estão o Cuiabá em 17º com 20 pontos ganhos; o Fortaleza é o 18º com 18 pontos ganhos; o Atlético-GO é o 19º com 17 pontos ganhos e na lanterna está o Juventude que tem 16 pontos ganhos. O G4 da Série B, o Cruzeiro lidera com 46 pontos ganhos; o Vasco com um jogo a mais, é o vice-líder com 39 pontos ganhos, o Bahia é o 3º com 37 pontos ganhos e o 4º colocado é o Grêmio com 37 pontos ganhos. Na zona de rebaixamento estão o CSA com 20 pontos ganhos em 17º; o Guarani em 18º tem 19 pontos ganhos; em 19º, o Náutico tem 18 pontos; e na lanterna está o Vila Nova também com 18 pontos ganhos.

Campeonato Brasileiro
Série A
20ª rodada
Sábado, 30 de julho
Ceará 1 x 2 Palmeiras
Goiás 1 x 0 Coritiba
Corinthians 1 x 0 Botafogo
Flamengo 4 x 1 Atlético-GO
Domingo, 31 de julho
Internacional 3 x 0 Atlético-MG
Athletico-PR 1 x 0 São Paulo
América-MG 3 x 1 Avaí
Cuiabá 0 x 1 Fortaleza
RB Bragantino 1 x 0 Juventude
Segunda-feira, 1 de agosto
Santos x Fluminense

Série B
21ª rodada
Terça-feira, 26 de julho
Chapecoense 0 x 0 Grêmio
Quinta-feira, 28 de julho
Vasco 4 x 0 CRB
Sport 2 x 1 Guarani
Sexta-feira, 29 de julho
Bahia 3 x 0 Náutico
Tombense 3 x 0 Sampaio Corrêa
Sábado, 30 de julho
Brusque 0 x 0 Cruzeiro
Londrina 1 x 1 Criciúma
Novorizontino 1 x 1 Vila Nova
Ponte Preta 3 x 0 Operário
CSA 1 x 3 Ituano

Uma lenda
Poucas personalidades no esporte ou fora dele conseguem ser uma lenda ainda em vida. Este é o caso de Bill Russell, o maior jogador da história do Boston Celtics e sem dúvida alguma um dos grandes pilares do basquete americano e mundial. Russell, foi o primeiro negro a ser protagonista  na NBA ao chegar para jogar no Celtics em 1956, e nos 13 anos que jogou na franquia com a camiseta 6, foi campeão 11 vezes quebrando um recorde que permanece até hoje. Além de ser um extraclasse, Russell foi um homem engajado na luta contra o racismo e marchou ao lado de Martin Luther King Junior, na sua caminhada pela imposição dos diretos civis. Mesmo sendo uma celebridade, como ninguém sentiu na pele o racismo, inclusive de torcedores do próprio Boston Celtics e dos moradores locais, que o aplaudiam em quadra e o discriminavam fora dela. Bill Russell jogou 963 vezes pelo Boston Celtics e anotou 14.522 pontos entre 1956 a 1969. Antes jogou entre 1953 a 1956 pelo San Francisco. Foi treinador do Boston Celtics, Seattle Super Sonics e do Sacramento Kings. Conquistou a medalha de ouro no basquete nos Jogos Olímpicos  de Melbourne em 1956. Bill Russell que foi 5 vezes MVP, e condecorado pelo então presidente Barack Obama com a Medalha Presidencial da Liberdade em 2011, morreu no domingo, 31, aos 88 anos. Depois que ele encerrou a carreira, o Boston Celtics aposentou a camiseta 6 em sua homenagem.

Histórias da bola
“10 mil não; quero 7 mil”
O Grêmio contratou um jogador do interior do Rio Grande do Sul e foi marcado um encontro no estádio Olímpico para acertar a assinatura de contrato. Como testemunha, o vice-presidente de futebol pediu a presença de Luiz Carlos Silveira Martins, na época um dos jurídicos do clube.
Depois de alguns minutos de conversa o vice leu o que interessava ao jogador: seu salário.
“Você vai ganhar 10 mil de salário por mês”.
O rapaz fez cara de poucos amigos e balançou a cabeça negativamente.
“Não posso aceitar doutor, meu empresário falou para eu acertar por 7 mil”.
“Eu sei – falou o vice presidente – mas nós estamos te oferecendo 10”.
“Não posso aceitar. Só posso aceitar 7”.
“Mas 10 e maior do que 7, meu filho”.
“Eu não sei, mas não posso assinar. Meu empresário falou 7. Preciso falar com ele primeiro”.
(História contada pelo Gerald D, titular da coluna Cartas de Boston)

Foto da capa: NBA

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *