Deyverson tomou a bola de Andreas Pereira e fez o gol do título

Os bocós…
O que não falta é gente querendo passar vergonha todos os dias, principalmente quando o assunto é futebol e em tratando-se de Flamengo. Sim, como diz o Bruno Henrique “o Framengo tá em otro patamá”, sem contar a famigerada ‘flapress’ que ficou com cara de tacho. No último mês falou-se muita bobagem. Algumas deles são ‘épicas’, de tão exdrúxula que são, acerca da decisão contra o Palmeiras pela Copa Libertadores, que aconteceu no sábado, 27, no Estádio Centenário em Montevidéu. Os bocós precisam entender de uma vez por todas que o jogo só termina quando acaba e cantar vitória antes da hora nunca funciona…  

Rola a bola…
Com Renato Gaúcho mais perdido do que nunca, os jogadores palmeirenses sabiam exatamente o que fazer. Abel Ferreira mostrou mais uma vez que gosta de jogos grandes e restou ao Flamengo rodar a bola sem muita eficácia. Conseguiram empatar, mas a falha grotesca de Andreas Pereira no início do primeiro tempo da prorrogação enterrou de vez qualquer pretensão flamenguista de conquistar a Copa Libertadores e tornar-se pela segunda temporada seguida o principal clube da América Latina.

Campanha do Palmeiras
13 jogos; 9 vitórias; 1 derrota; 3 empates; 29 gols pró e 8 gols contra

Fase de grupos
Universitário de Lima 2 x 3 Palmeiras
Palmeiras 5 x 0 Indenpendientel de Valle
Defensa y Justicia 1 x 2 Palmeiras
Indenpendientel de Valle 0 x 1 Palmeiras
Palmeiras 3 x 4 Defensa y Justicia
Palmeiras 6 x 0 Universitário de Lima
Oitavas de final
Universidad Católica 0 x 1 Palmeiras
Palmeiras 1 x 0 Universidad Católica
Quartas de final
São Paulo 1 x 1 Palmeiras
Palmeiras 3 x 0 São Paulo
Semifinal
Palmeiras 0 x 0 Atlético-MG
Atlético-MG 1 x 1 Palmeiras
Final
Palmeiras 2 x 1 Flamengo

Ficha técnica 
Palmeiras 2 x 1 Flamengo
Palmeiras 
Weverton; Mayke (Gabriel Menino), Gómez, Luan e Piquerez (Felipe Melo); Danilo (Patrick de Paula), Zé Rafael (Danilo Barbosa), Gustavo Scarpa, Raphael Veiga (Deyverson) e Dudu (Wesley); Rony. Técnico: Abel Ferreira.
Flamengo
Diego Alves; Isla (Matheuzinho), Rodrigo Caio, David Luiz e Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Andreas Pereira (Pedro), Éverton Ribeiro (Michael) e Arrascaeta (Vitinho); Bruno Henrique (Kenedy) e Gabigol. Técnico: Renato Gaúcho.
Gols 
Raphael Veiga, aos 5 minutos do primeiro tempo. Gabigol, aos 27 minutos do segundo tempo. Deyverson, aos 5 minutos do primeiro tempo da prorrogação.
Árbitro
Néstor Pitana (Argentina).
Cartões amarelos
Rodrigo Caio, Gustavo Gómez, Arrascaeta, Piquerez, Gabigol.
Local
Estádio Centenário, em Montevidéu.

Jehozadak Pereira

By Jehozadak Pereira

Jehozadak Pereira, é jornalista profissional especializado em jornalismo comunitário e produção de conteúdo informativo e de utilidade pública. É ganhador de inúmeros prêmios e reconhecimentos pela qualidade do seu trabalho comunitário e voluntário. É o editor-chefe e principal articulista do A Notícia USA.

One thought on “Palmeiras vence o Flamengo e é campeão da Libertadores”

Leave a Reply

Your email address will not be published.