Todos os dias, milhares de imigrantes chegam à fronteira do México com os Estados Unidos na esperança de conseguir burlar a severa vigilância das autoridades e entrar no país onde supostamente vão poder ter uma vida melhor e mais digna.

Uns conseguem e aliviados vão para a periferia das grandes cidades e logo estarão trabalhando. Outros são barrados e depois de indiciados são liberados ou então mandados de volta para o México. Entre esta multidão estão brasileiros que empenham tudo para pagar uma fortuna aos coiotes e via de regra são abandonados por atravessadores na fronteira e alguns perecem perdendo a vida.

Entre os barrados pelas autoridades americanas, no último ano,  47.484 foram brasileiros que tentavam entrar ilegalmente no país em 2020. De acordo com o U.S. Customs and Border Protection (CBP), este foi o número de apreendidos de outubro de 2020 a agosto de 2021.

O número é cinco vezes maior do que o registrado no ano anterior. Entre outubro de 2019 a setembro de 2020, 9.147 brasileiros haviam sido barrados na fronteira, aumento entre os dois períodos foi de 419%.

As informações do governo americano mostra que houve um aumento nos números a partir de fevereiro desse ano, quando 1.077 brasileiros indocumentados foram localizados. Em março o número foi de 4.079 e, em abril, 8.824, a partir daí, mês a mês foram registradas pelos menos seis mil detenções mês.

Em agosto de 2021, último mês disponível, foram barrados 9.231 brasileiros indocumentados da fronteira, contra 81 mo mesmo período no ano de 2020. 

Em setembro, 49 imigrantes estavam na carroceria de um caminhão no Texas e foram detidos quando tentavam entrar nos Estados Unidos, entre eles havia um grupo de brasileiros (em montagem na foto da capa).

Jehozadak Pereira

By Jehozadak Pereira

Jehozadak Pereira, é jornalista profissional especializado em jornalismo comunitário e produção de conteúdo informativo e de utilidade pública. É ganhador de inúmeros prêmios e reconhecimentos pela qualidade do seu trabalho comunitário e voluntário.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *