Celebrado em 2022, na segunda-feira, 30 de maio, o Memorial Day é uma das mais importantes datas no calendário americano, pois ao mesmo tempo em que lembra os homens e mulheres que morreram em combate a serviço do país, simbolicamente a data marca a entrada do verão no Hemisfério Norte. 

Milhares de pessoas vão às ruas para homenagear os mortos, dando continuidade ao movimento que começou por volta de 1867, quando um grupo de mulheres no sul, queriam lembrar os seus maridos que haviam morrido na Guerra de Secessão. Desfiles e cerimônias que acontecem em todo o país honram os que tombaram nos campos de batalha.

A sociedade e o povo americano para por completo para homenagear e reverenciar os militares, e os soldados mortos são homenageados com as tradicionais guirlandas com as cores da bandeira americana que são depositadas em monumentos, ruas e praças e em especial nos milhares de túmulos de ex-combatentes no país inteiro.

Arlington National Cemetery
A principal cerimônia do Memorial Day acontece no Arlington National Cemetery na Virginia, onde todos os anos são depositadas flores no túmulo do soldado desconhecido – o Túmulo dos Incógnitos, onde estão sepultados militares que morreram na I e II Guerras Mundiais e nas Guerras da Coréia e do Vietnã, entre outros conflitos onde soldados americanos morreram em combate. O Túmulo dos Incógnitos recebe milhares de visitas todos os anos, inclusive de autoridades e dignitários mundiais que quando visitam os Estados Unidos depositam flores lá. 

No Arlington National Cemetery estão sepultados cerca de 260 mil soldados mortos, inclusive cerca de 3,8 mil escravos que morreram na Guerra Civil, devidamente enterrados numa seção especial do cemitério, que é atualmente o segundo em sepultamentos na atualidade – aproximadamente 5,4 mil por ano.

POW/MIA
Muita gente se pergunta o que significa a bandeira preta com a inscrição POW/MIA e You are not Forgotten? POW = Prisoner Of War (Prisioneiros de Guerra) e MIA = Missing In Action (Desaparecidos em Ação), é um movimento que busca lembrar os que foram prisioneiros em guerras e os que desapareceram em ações militares e que nunca serão esquecidos.

Fotos: Arlington National Cemetery/Jehozadak Pereira

Disclaimer
“All opinions and commentaries expressed by the participants in this interview are solely their personal current opinions and comments and do not reflect the opinions of A NOTICIA USA, their employees, business partners, directors, or affiliates, and may have been previously disseminated by them. The interview participants` opinions are based upon information they consider reliable, but neither A NOTICIA USA nor its affiliates, warrant its completeness or accuracy, and it should not rely upon as such”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *