Motoristas distraídos provocam milhares de acidentes todos os anos

Cada vez mais motoristas distraídos estão nas vias públicas dos Estados Unidos provocando acidentes e provocando milhões de dólares de prejuízos todos os anos. Motoristas distraídos são considerados uma praga urbana e a National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA) lidera a luta nacional contra a condução distraída, educando os condutores sobre seus perigos e estabelecendo parcerias com os Estados e as polícias estaduais e locais para impor leis contra a condução distraída que ajudam a manter a segurança nas ruas, avenidas e estradas.

As campanhas da NHTSA e os anúncios de serviço público mostram aos motoristas que a direção segura significa dirigir sem distrações. Certamente, em algum momento, as pessoas provavelmente já viram ou ouviram os anúncios de utilidade pública da NHTSA, tanto nas redes sociais, outdoor, rádio, televisão ou qualquer outro meio de difusão,  histórias e dicas para ajudar a salvar vidas.

Os Estados determinam leis que coíbem e penalizam a condução distraída, e a NHTSA concede investimentos federais nas estratégias dirigidas localmente que atendem às necessidades específicas dos Estados. 

O que é condução distraída?
Condução distraída é qualquer atividade que desvia a atenção da direção, incluindo conversas ou mensagens de texto em seu telefone, comer e beber, falar com pessoas que estão no veículo, mexer no sistema de som, entretenimento ou navegação – qualquer coisa que desvie sua atenção da tarefa de direção segura.

Você não pode conduzir com segurança a menos que a tarefa de dirigir tenha toda a sua atenção. Qualquer atividade que não seja de direção em que você se envolver é uma distração em potencial e aumenta o risco de acidentes.

Alguns dados alarmantes publicados no Stop Text Stop Wrecks
– 10% de todos os acidentes e batidas por condução distraída são de condutores com menos de 20 anos de idade
– 15% de envolvidos em acidentes fatais os condutores tinham entre 15 e 19 anos e estavam usando telefone celular
– De acordo com um artigo publicado no New England Journal of Medicine em 2014, o risco de um condutor novato se envolver em um acidente aumenta por causa do envio, recebimentos de mensagens de texto e por fazer e atender chamadas telefônicas
– Desde fevereiro de 2015, 46 estados e o Distrito de Columbia onde está Washington proibiram o envio de mensagens de texto para todos os condutores e aplicam multas nos transgressores
– Seis estados proíbem totalmente que menores enviem mensagens de texto enquanto dirigem (Massachusetts, Flórida, Indiana, Nebraska, Ohio e South Dakota)
– Vinte estados proíbem que condutores de ônibus escolares enviem mensagens de texto enquanto dirigem
– Cerca de 10% de todos os motoristas de 15 a 19 anos de idade envolvidos em acidentes fatais foram reportados como distraídos no momento do impacto. Esta faixa etária é a que tem maior proporção de motoristas que se – distraem no momento do impacto
– Um motorista distraído enviando ou recebendo mensagens de texto tira os olhos da direção em torno de 4.6 segundos, o equivalente a um campo inteiro de futebol americano em uma velocidade de 55 milhas por hora
– Enviar ou receber mensagens de texto enquanto dirige exige a atenção visual, manual e cognitiva e que é a mais alarmante de todas as distrações ao volante
– Dirigir distraído inclui qualquer atividade que desvia a atenção da tarefa principal: dirigir
– Todas as distrações colocam em perigo a segurança do condutor, dos passageiros e dos transeuntes e pedestres
– Em 2019, morreram 3.142 pessoas que não estavam ocupando veículos por causa de conduções distraídas

Leave a Reply

Your email address will not be published.