O brasileiro de Minas Gerais, Mauredson Chaves, 40 anos, foi condenado pela justiça de Connecticut, a uma pena total de 30 anos, dos quais terá que cumprir 16 anos, por ter violentado pelos menos três crianças em Ansonia. Em fevereiro de 2019, Chaves foi flagrado quando estuporava uma criança que tinha na época quatro anos de idade. 

Preso, o brasileiro confessou a agressão sexual e confessou ter abusado de duas outras crianças então com nove e dez anos de idade, crimes pelos quais ele responde. Depois de cumprir a sua pena, Mauredson que recebeu a sentença no dia 10 de dezembro, será deportado para o Brasil.

Grande parte das crianças e adolescentes são abusadas por parentes de primeiro grau – avôs, pais, tios e irmãos, depois por primos e padrastos, especialmente por estes últimos que veem nos filhos dos companheiros rivais com quem não querem dividir atenção e carinho. Depois – e principalmente – quem mais abusa são pessoas que estão inseridas no convívio familiar, e por isso gozam de confiança – e são estes os quem mais cometem abuso sexual.

Na maioria das vezes o agressor sexual é pessoa do convívio familiar e social da criança. Fora do círculo familiar, os maiores violadores são professores, amigos, conhecidos, que tornam a criança cúmplice, imputando a elas a responsabilidade de não contar nada a ninguém, as vezes com ameaças à integridade física e emocional da criança.

O crime de abuso sexual muitas vezes é difícil de ser evidenciado, restando ao abusado as seqüelas emocionais e psicológicas, que invariavelmente vai carregar pela vida toda.

Proteja seus filhos
– Desconfie de amizades repentinas de seus filhos com pessoas mais velhas;
– Desconfie do súbito interesse de pessoas mais velhas, especialmente homens com seus filhos pequenos;
– Não deixe seus filhos a sós com pessoas que demonstrem carinho e atenção excessivos;
– Fique atento a qualquer mudança brusca de comportamento dos seus filhos, especialmente choro, agressividade e introspecção – estas características podem significar problemas;
– Verifique se há sinais de sangue ou sémen nas roupas íntimas dos seus filhos;
– Oriente seus filhos de que ninguém pode tocar nos órgãos sexuais deles;
– Ensine-os a lhe contar se alguma pessoa tocou nas partes íntimas deles;
– Se seu filho fica a cargo de cuidadores, pergunte-lhes isto todos os dias;
– Não deixe que ninguém a não ser mãe e pai dê banho nos seus filhos;
– Questione presentes e valores em dinheiro que seus filhos ganhem sem motivo aparente;
– Se tiver dúvidas de que seus filhos estão sendo abusados emocional e sexualmente, busque ajuda especializada, inclusive das autoridades policiais;
– Proteja, ampare e ame seus filhos se eles forem abusados ou molestados. É a melhor forma de minorar o sofrimento;
– Lembre-se que se isto acontecer na sua família, não se vingue, ao contrário, denuncie e exponha o agressor.

Prestação de serviço
O Governo do Estado de Massachusetts, oferece um serviço de inclusão e proteção para vítimas de crimes sexuais, que pode ser acessado clicando aqui.

Sex offenders
A lei exige que ofensores sexuais se cadastrem nos estados e cidades onde moram. Em todos os estados eles estão todos registrados no National Sex Offender Public Website, com as respectivas fotos e crimes cometidos. Para saber se nas imediações da sua residência há algum agressor sexual clique aqui e digite o seu zip cod.

Jehozadak Pereira

By Jehozadak Pereira

Jehozadak Pereira, é jornalista profissional especializado em jornalismo comunitário e produção de conteúdo informativo e de utilidade pública. É ganhador de inúmeros prêmios e reconhecimentos pela qualidade do seu trabalho comunitário e voluntário. É o editor-chefe e principal articulista do A Notícia USA.

Leave a Reply

Your email address will not be published.