Com a pandemia, as pessoas deixaram de vez os cuidados com a saúde. Mas com o retorno da normalidade é preciso estar atento pois a vida na América é dura e se deixarmos de trabalhar um dia sequer, sentiremos os reflexos no salário. Portanto, ficar doente é uma coisa fora de cogitação e todos os cuidados com a saúde são necessários, principalmente porque os custos da medicina são caros. Mas como cuidar da saúde com tanta falta de tempo e de dinheiro já que tudo o que se refere a serviços médicos é muito caro? Se prevenindo.

Um dos males que mais mata anualmente são os provenientes do coração, e são provocados principalmente pelo tabagismo, hipertensão, colesterol alto, diabetes que são alguns dos vilões, e as causas de doenças cardíacas – não naturais e congênitas – que matam milhares de pessoas todos os anos.

A prevenção e a adoção de hábitos saudáveis é um dos fatores que pode evitar tantas mortes. As doenças cardiovasculares matam milhares de pessoas todos os anos. Algumas combinações são letais e explosivas – cigarro com hipertensão, aliás, o tabagismo é o maior responsável pelas mortes precoces por cardiopatia – antes dos 45 anos para os homens e 55 anos para as mulheres. Tem também o diabetes, que multiplica por cinco o risco dos males cardíacos para as mulheres, e o dobro para os homens.

A cada dia a medicina aperta o cerco contra os males do coração, alertando para os fatores de risco. Para as mulheres o infarte costuma ser mais letal do que para os homens, e podem ter origem em fatores hormonais, que tornam os tecidos do músculo cardíaco mais fina e passível de necrose com maior facilidade. Pensava-se até algum tempo atrás que enfarte era coisa de homens, mas a cada dia o número de mulheres infartadas aumenta, e tem como um dos maiores fatores o fumo, que junto com a hipertensão, o stress, a obesidade e as pílulas anticoncepcionais que alteram todo o sistema circulatório.

O câncer que não respeita idade, sexo, classe social e nestes casos, os exames preventivos são mais do que necessários – são essenciais e devem ser feitos anualmente. Sem contar a obesidade que é a praga do tempo atual, que aliada ao stress provoca muitas doenças e males.

Os cuidados devem ser diários e abrangem exercícios físicos, controle da pressão – recomendável, que deve ser medida todo mês, e pelo menos um check up anual. Além de cuidados especiais com alimentação que deve ter menos gordura – especialmente a animal e mais rica em fibras, que devem ser requisitos básicos para quem quer viver mais e melhor.

O que comer? É a pergunta que se faz, principalmente na América, onde o tempo é curto e a pressa acaba por impor um ritmo alucinante onde não sobra tempo para nada, quanto mais se alimentar adequadamente. Hoje, qualquer alimento tem vitaminas e aditivos químicos em excesso. No inverno com temperaturas frias, os dias mais sombrios e escuros, é sempre bom cuidar da mente e sobretudo da saúde mental, para que quando chegar a primavera e depois o verão, tudo possa estar dentro dos conformes.

Com a saúde não se deve brincar em momento algum, pois além da vida é um dos bens maiores que um ser humano pode ter. Com o rápido passar dos anos, e o aumento da expectativa de vida há de se ter os cuidados necessários para manter a saúde em dia.

Portanto, não negligencie a sua saúde e tampouco a das pessoas que o cercam e mesmo que seja caro, cuide-se e tenha qualidade de vida sobretudo na alimentação e com as preocupações da vida. 

Sempre se lê isto é sempre bom falar a respeito destas coisas e partilhar com os leitores para que pensem, reflitam e coloquem em prática os cuidados que vão te manter com a saúde e a forma física em dia. Alimente-se bem, durma as horas necessárias, não se estresse e cuide da sua saúde, vá ao médico regularmente e se previna. Você é importante demais para ficar doente.

Tome cuidados

  • Vá ao médico regularmente
  • Evite a automedicação
  • Não use remédios controlados sem receita e acompanhamento médico
  • Faça exames preventivos – válidos para homens e mulheres
  • Alimente-se bem
  • Evite refrigerantes, bebidas isotônicas e sucos processados. Beba água
  • Cuide da saúde mental
  • Fuja das fórmulas ‘mágicas’ de emagrecimento
  • Beba com moderação

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *